Início / Ecoturismo / Eldorado-SP e a Caverna do Diabo, a maior caverna paulista
A Caverna do Diabo, a maior caverna de São Paulo, em Eldorado-SP - foto - Jônatas Cunha

Eldorado-SP e a Caverna do Diabo, a maior caverna paulista

Eldorado, a quarta maior cidade do estado de São Paulo, fica localizada a 240 km da capital. A grande atração dessa cidade de cerca de 15 mil habitantes é a Caverna do Diabo, uma das mais belas atrações naturais e turísticas do interior paulista, no Vale do Ribeira, no sul de SP e norte do Paraná.

Localizada no Parque Estadual Caverna do Diabo, a formação é apontada como a maior caverna de São Paulo e é preparada para receber turistas que querem se aventurar nos seus imensos salões naturais. Nesse link você encontra mais informações sobre como visitar o parque, como horários e contato.

Mas a cidade de Eldorado-SP, no Vale do Ribeira, tem outras atrações naturais, como cachoeiras e mirantes, e históricas.

Grande parte de Eldorado é coberta por Mata Atlântica e foi em sua região que o capitão Carlos Lamarca protagonizou uma fuga incrível das tropas da ditadura civil-militar durante o governo autoritário.

As paisagens naturais dessa região do interior de SP são tão exuberantes que a cidade é apelidada de Amazônia Paulista. 

Eldorado é uma das estâncias turísticas do estado paulista e, por isso, recebe verbas para melhor receber os visitantes. Sem dúvidas, um dos destinos para se conhecer no interior do estado de São Paulo para quem gosta de entrar em contato com a natureza e de turismo de aventura.

Abaixo, selecionamos algumas das atrações da Caverna do Diabo e coisas para fazer em Eldorado-SP no site oficial da cidade.

foto da Caverna do DiaboJônatas Cunha

Acompanhe o Rota Interior no Facebook

Caverna do Diabo

Para muitos: a 8ª Maravilha do mundo. Sem dúvida a maior e mais bela do estado, possui fantásticos salões, com grande variedade de espeleotemas, e sua estrutura condiciona um roteiro para todas as idades. Um passeio que único e que fica guardado na memória de todos que a visitam.

 

A HISTÓRIA DA CAVERNA

Eldorado foi palco de expedições científicas, lideradas pelo pesquisador alemão Richard Krone, onde importantes cavernas foram catalogadas, entre elas a Gruta da Tapagem, hoje famosa pelo nome de “Caverna do Diabo”, considerada uma das mais belas do mundo.

O nome causa estranheza e pode dar medo, mas a caverna é belíssima e lembra imponentes igrejas de estilo barroco.

Atualmente são conhecidos 6.500 metros (explorados), sendo que somente 700 metros são permitidos a visitação.

O Parque Caverna do Diabo, criado em 1969 é a segunda maior unidade de Conservação do estado, com uma área total de aproximadamente 150.000 hectares, abrigando grandes extensões de Mata Atlântica e outros ecossistemas em seu interior.

No parque existe um grande número de espécies animais e vegetais, muitas desconhecidas ou pouco estudadas pela ciência. Recentemente foi encontrada uma nova espécie de primata, o mico leão caiçara. Além dessas espécies, são encontrados nas florestas vários animais ameaçados de extinção como o mono carvoeiro, a lontra, a jaguatirica, papagaio de cara roxa, jacu e também espécies vegetais características da Mata Atlântica como o palmito juçara, planta que está cada vez mais escassa.

A ESTRUTURA

A caverna tem iluminação artificial em seu trecho de visitação, escadas bem construídas, passarelas e pontes em seu interior. Todas as construções respeitam as estruturas da caverna e seguem o relevo natural, sem gerar impacto visual. O trecho turístico é facilmente acessado, proporcionando segurança aos visitantes

O que fazer em Eldorado-SP

MIRANTE DO CRUZEIRO

O Mirante do Cruzeiro é uma imponente montanha com 510 metros de altitude de onde é possível, em dias claros e sem nebulosidade, avistar vários locais como o mar (a 58km de distância), toda a cidade de Eldorado e outras cidades do Vale, além do belo e sinuoso curso do rio Ribeira.

Para se chegar ao topo, percorre-se uma trilha de aproximadamente 1,5km com trechos mesclando entre média e forte inclinação. O topo é aberto, quase sem vegetação, e com rochas expostas, o que facilita a visualização da paisagem em todos os ângulos. Com frequência pode-se observar diversas espécies de pássaros e outros animais silvestres.

TRILHA DO LAMARCA

A Trilha do Lamarca fica a 43 km da cidade e o passeio começa no carro em direção ao Rio Batatal, tendo uma bela vista de águas límpidas, apresentando trechos de corredeiras e curvas fechadas.

As grandes atrações do roteiro ficam por conta das cachoeiras Santa Isabel, com cerca de 15 metros, e a cachoeira da Luz com 65 metros de altura que, encravada em um paredão de rocha em área de Mata Atlântica preservada, forma um dos mais belos cenários do município.

A trilha de acesso tem 1,5 km e passa por várias piscinas naturais, além outras cachoeiras. Apesar da baixa profundidade média desse rio, em alguns locais, é possível a prática do bóia-cross. O percurso de descida é de aproximadamente 2,5 km de rio. No caminho encontra-se um tobo-água natural de 10 metros, é divertidíssimo!

Nesse incrível roteiro pode-se conhecer um pouco mais da história de Eldorado e do Brasil, relembrando a passagem do Capitão Carlos Lamarca por essa região, a qual ele e suas tropas fugiam do exército, na época da ditadura militar. Daí o nome do local.

Para visitar toda a trilha, fazer o bóia-cross e curtir o tobo-água natural, gasta-se em média 6h.

CACHOEIRA QUEDA DO MEU DEUS

A cachoeira Queda do Meu Deus, em Eldorado, foi eleita pelos telespectadores do programa Antena Paulista, da TV Globo, a mais bonita do estado de São Paulo.

O Antena Paulista, apresentado pelo jornalista Carlos Tramontina, realizou uma série de reportagem sobre as cachoeiras do estado, apresentando quedas em sete municípios. Depois, lançou, na internet, um concurso para eleger a mais bonita e a Queda do Meu Deus foi eleita com 73% dos votos.

A Cachoeira tem uma imensa queda de 53 metros e sua origem está numa nascente em área fechada, que atravessa quatro quilômetros no interior da Caverna do Diabo.

O acesso mais curto para a bela cachoeira é uma caminhada de dificuldade média (uma hora), que passa por piscinas naturais com água cristalina e três quedas menores. Há outro caminho pela trilha completa do Vale das Ostras (cinco horas), incluindo mais 11 quedas. Nesse caso é obrigatório contar com a presença de um monitor.

PARQUE SALTO DA USINA

O Salto da Usina é um local onde antigamente existiu uma das primeiras hidrelétricas do Estado de São Paulo, a qual operou da década de 20 até meados da década de 50, do século passado.

A Usina era responsável por gerar energia elétrica para toda a comunidade de Xiririca, hoje Eldorado.

O ribeirão Xiririca é o principal atrativo do parque, com água cristalina, corredeiras, pequenas quedas e piscinas naturais para banho. O local, conta ainda com uma infraestrutura de lanchonete, sanitários com chuveiros, quiosques equipados com churrasqueiras, água potável encanada e energia elétrica, quadra de futebol de areia, lago, trilhas pela mata, ponte pênsil de madeira e estacionamento.

CIRCUITO QUILOMBOLA

O circuito quilombola de Eldorado é um dos mais ricos e tradicionais da região, contando com as seguintes comunidades: Nhunguara, Ivaporunduva, Galvão, São Pedro, André Lopes, Pedro Cubas (1 e 2), Sapatu e Poça.

Uma imersão na Cultura Brasileira de raÍz africana

O Município de Eldorado congrega vários grupos remanescentes de quilombos. Na viagem ao Circuito você terá a oportunidade de conhecer a organização das comunidades de Ivaporunduva, André Lopes, São Pedro e Pedro Cubas entre outras, visitar cachoeiras, como as quedas de Meu Deus e Sapatu, percorrer trilhas, acompanhar o preparo de comidas típicas e aprender a ler e interpretar o patrimônio histórico-cultural atual com os contadores de história, percebendo a diversidade cultural geral e específica das comunidades quilombolas. Além disso, manifestações como a Nhá Maruca (dança tradicional), a capoeira, a Tutuca (pilagem de arroz), preparo de farinha, entre outras, poderão ser vivenciadas ativamente.

Você Sabia?

O quilombo do Ivaporunduva é a comunidade mais antiga do Vale do Ribeira. Cerca de 80% de sua área ainda é coberta por Mata Atlântica preservada.

A comunidade possui uma população de Aproximadamente 350 pessoas e sobrevive, principalmente, através do cultivo de roça: arroz, mandioca, milho, feijão, verduras e legumes para uso próprio, já a sua renda é obtida principalmente através da produção de banana orgânica, artesanato e turismo.

A maioria das casas é feita de alvenaria onde algumas delas mantém a tradição original sendo feitas de pau-a-pique.

Saiba mais em www.circuitoquilombola.org.br

CACHOEIRA DO SAPATU

Pequena queda d’água, de mais ou menos quatro metros de altura e que forma uma linda piscina natural, ideal para banho e grupos de até 20 pessoas. Tem acesso pela estrada que liga Eldorado à Caverna à cerca de 35 km do centro da cidade, e está localizada em uma propriedade particular, onde se pode deixar o carro e em seguida caminhar por uma pequena trilha de 150 metros.

Acompanhe o Rota Interior no Facebook

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *