Início / Olímpia / Olímpia-SP agora é estância turística oficial de São Paulo
Igreja Matriz de Olimpia (SP) - foto "Ireja Matriz de Olimpia (SP)" por Jesielt (talk) 09:12, 20 March 2009 (UTC) - Obra do próprio. Licenciado sob Public domain via Wikimedia Commons.

Olímpia-SP agora é estância turística oficial de São Paulo

fonte – Aprecesp

Em solenidade realizada na noite desta quarta-feira, 12, na Câmara Municipal de Olímpia-SP (442 km de São Paulo), o presidente da Aprecesp (Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo), Antônio Luiz Colucci, entregou ao prefeito da cidade, Eugênio José Zuliani (DEM), o certificado que classifica oficialmente o município como estância turística. Estiveram presentes secretários municipais, vereadores, empresários locais ligados ao trade turístico e representantes de deputados estaduais.

– Cidades do Circuito das Águas Paulista

– O que fazer em Olímpia-SP

Olímpia entrou ao seleto grupo das estâncias do estado de São Paulo após a aprovação de um projeto de lei na Assembleia Legislativa, em julho deste ano, posteriormente sancionado pelo Governador Geraldo Alckmin.

O mesmo projeto contemplou as cidades de Brotas e Guaratinguetá, que já receberam os certificados. Com isso, o Estado de São Paulo passa a contar com 70 estâncias turísticas e Olímpia irá adquirir o direito de receber recursos do Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) a partir do ano que vem.

“Hoje é um dia muito especial para Olímpia e a entrega do certificado coincide com o ano em que comemoramos os 50 anos do Festival do Folclore, nossa maior festa da cidade”, disse o prefeito Zuliani. Segundo ele, o município iniciou sua campanha para se tornar estância em 2001. Agora, iniciou outra luta. Tenta junto ao Congresso Nacional e o Senado o reconhecimento da cidade como “Capital Nacional do Folclore”, título já reconhecido pela Secretaria Estadual de Cultura.

“Somos a única cidade do mundo a possuir um recinto exclusivo para o Folclore. O título (de Capital Nacional do Folclore) irá valorizar ainda mais nosso trabalho e empenho em manter a tradição da festa, que dura 10 dias e atrai cerca de 100 mil turistas durante o período”, explica.

 

Investimentos

O prefeito de Olímpia aproveitou a oportunidade para ressaltar o salto que a cidade vem registrando no segmento turístico. Além do Thermas dos Laranjais, um dos cinco termais mais visitados do mundo, com dois milhões de visitantes ao ano, a cidade vem recebendo investimentos maciços na rede hoteleira, que conta atualmente 10 mil leitos e expectativa de aumentar para 22 mil nos próximos anos. “Só perdemos para São Paulo e Santos em número de leitos”, lembrou.

A rede hoteleira já gera 12 mil empregos com expectativa de crescimento. O Thermas dos Laranjais está há 30 anos na cidade, realizando investimentos crescentes e atraindo novos investidores à cidade”, frisou o prefeito, que também comemorou a inauguração do Royal Thermas Resort & Spa, há menos de 10 dias. “O empreendimento possui 490 apartamentos e 200 funcionários com carteira assinada. Vamos capacitar mão-de-obra para evitarmos exportar de outras cidades”.

De acordo com o prefeito, o Turismo é uma nova realidade, ante o segmento agrícola, que há poucos anos, respondia por 90% da geração de renda no município. Novos parques aquáticos deverão se instalar na cidade a partir de 2015. “Queremos ser um grande centro de entretenimento”.

O presidente da Aprecesp, Antônio Colucci, que durante a solenidade recebeu o título de “visitante ilustre” concedido pela Prefeitura Municipal, afirmou que a concessão do título de Estância Turística à Olímpia “corrigiu uma grande injustiça”, já que, segundo ele, a cidade merecia a classificação há muito tempo por possuir diversos atrativos turísticos. Ele destacou o compromisso do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que há dois anos havia anunciado em Olímpia que iria apresentar à Assembleia Legislativa o projeto de lei que a transformaria em Estância.

“O Turismo gera emprego, renda e contribui para o crescimento da cidade, pulverizando investimentos do setor privado. E isso ficará ainda mais evidente com a transformação de Olímpia em Estância Turística”, discursou Colucci. Ele também destacou o trabalho do legislativo paulista. “A Assembleia foi valente, pois à época havia mais de 90 cidades que também queriam se transformar em estância. A Aprecesp aprovou por unanimidade entre os prefeitos associados a inclusão de Olímpia, Brotas e Guaratinguetá como Estâncias”.

– Hoteis-fazenda no interior de São Paulo

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *